Como Calcular PIS Facilmente + Informações Relevantes

Criado em mil novecentos e oitenta e oito, o PIS (programa de integração social) sofre variações em seu cálculo todos os anos, por isso sempre ocorre uma enxurrada de dúvidas sobre como calcular PIS facilmente.

Por isso, objetivando minimizar todas essas dúvidas, é que hoje vamos falar sobre como calcular o PIS facilmente, fazendo com que você fique mais tranquilo sabendo com antecedência o quanto terá direito de receber.

Para facilitar nosso estudo, dividimos o artigo nos seguintes tópicos:

O Que é PIS?

Como já falamos na introdução, o PIS é chamado de programa de integração social e não à toa.

Tal benefício visa conceder um abono salarial ao trabalhador que tem mais de cinco anos de carteira assinada e que ganhe menos que dois salários mínimos, ou seja, é uma espécie de prêmio para o bom trabalhador de baixa renda.

Este benefício também é popularmente conhecido como o décimo quarto salário, pois chega a render até um salário mínimo vigente ao trabalhador como abono, tendo como base o ano anterior.

Mas existem algumas condições para que o trabalhador possa receber o PIS, pois como já vimos além do trabalhador ter de comprovar no mínimo cinco anos de carteira assinada junto a mesma empresa, também é necessário: ter a carteira assinada por uma pessoa jurídica, que esta empresa esteja em conformidade com a RAIS e no caso de 2016 ter recebido, etc.

Como Calcular PIS facilmente

Até o ano base de 2015, o cálculo era bastante fácil, pois bastava o trabalhador preencher as condições que já foram mencionadas e então receber o abono equivalente ao que seria um décimo quarto salário.

Contudo, para 2017, tendo como base o ano passado, a regra mudou e pegou todo  mundo de surpresa.

Agora para ficar a saber como calcular PIS, este segue a uma determinada proporção, ou seja, 1/12 do salário mínimo praticado no país na época, multiplicado pelos meses em que o trabalhador exerceu seu ofício durante o ano base, no caso 2016.

Dessa maneira, o trabalhador saiu ganhando, pois se ele trabalhar um dia a mais do que a metade do mês, será contabilizado como se ele tivesse trabalhado o mês inteiro.

Sendo assim, para o ano de 2017 a referência será o salário mínimo de novecentos e trinta e sete reais!

Para facilitar, deixamos para o estimado leitor as proporções abaixo, então basta apenas consultar os dias trabalhados:

  • De 30 a 44 dias trabalhados, receberá 79 reais de PIS;
  • De 45 a 74 ”, receberá 157 reais;
  • De 75 a 104 ”, receberá 235 reais;
  • De 105 a 134 ”, receberá 313 reais;
  • De 135 a 164 ”, receberá 391 reais;
  • De 165 a 194 ”, receberá 469 reais;
  • De 195 a 224 ”, receberá 547 reais;
  • De 225 a 254 ”, receberá 625 reais;
  • De 255 a 284 ”, receberá 703 reais;
  • De 285 a 314 ”, receberá 781 reais;
  • De 315 a 344 ”, receberá 869 reais;
  • De 345 a 365 ”, receberá 937 reais (valor integral);

Vale lembrar que essa tabela sempre muda porque é montada em cima do valor do salário mínimo que sofre alteração uma vez ao ano.

Exemplo prático

Supondo que um trabalhador de nome Sérgio trabalhe para uma empresa na área de informática a mais de cinco anos. Sérgio ganha mensalmente mil oitocentos e setenta e quatro reais por mês de salário.

Quanto ele receberá de PIS?

Como sabemos que Sérgio trabalhou o ano de 2016 integralmente, então ao consultarmos a tabela apresentada no tópico anterior chegamos ao valor de novecentos e trinta e sete reais que ele receberá de PIS no final de 2017.

Mais artigos relacionados:

E então, já ficou a saber como calcular PIS facilmente e sem problemas?

Deixe a sua resposta nos comentários junto com alguma dúvida ou sugestão com que tenha ficado após a leitura dos artigo.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *